sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Caminhando sobre as águas - transcendendo os seus maiores medos - Mãe Maria


Que as bênçãos do amor tragam paz aos seus corpos, mentes e corações.


Amados filhos,
Quando carregamos os pesos que a consciência traz como bagagem de traumas, dores e comportamentos antigos, demoramos mais a cruzar a linha que nos separa da grande montanha de sabedoria.

Reconhecendo a abundância 18 - O próprio merecimento é uma condição da alma? Um estado de espírito? Uma energia que trazemos?


A abundância é um estado natural de nossa alma. É uma energia que nos abre ao contato profundo com todas as dimensões. Quando ancoramos essa energia nos abrimos ao amor, e assim a benevolência universal nos apoia. Tornamo-nos canais do infinito.

O que ocorre é que muitas vezes pensamos serem necessários determinados rituais para nossa expansão espiritual. Cuidamos de nossa alimentação, estudamos formas de nos silenciar, ouvimos mantras e nos utilizamos de uma infinidade de técnicas na tentativa de obter essa abertura. Mas tudo isso apenas nos ajuda se realizarmos os processos nos abrindo à nossa intuição, destituídos do processo mental do querer transcender, da compreensão desse fenômeno. Isso se dá quando realizamos o processo sem que seja mais uma obrigação mental imposta pelo nosso ego.

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 17 - O que a abundância tem a ver com caridade?



A verdadeira abundância transborda em si própria porque está livre de restrições. É como um copo que se ocupa do necessário e derrama.



O ser que tomou contato com essa energia não cabe mais em si, suplantou a experiência da matéria porque a reconheceu como suficiente à vida. Ele é rico e essa riqueza é transbordante.

PERGUNTE AOS MESTRES - 125

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 16 - Como materializar a abundância, deixando de repetir pensamentos de restrição?


O primeiro passo para ancorar a abundância verdadeira é parar de projetar condições à nossa felicidade. É perceber que pensamentos como: “serei feliz se tiver aquele emprego”, “serei feliz se tiver aquela casa”, “serei mais feliz se obter esse carro” ou “serei feliz com aquela pessoa”; são todos ilusões da mente, que nos prende na escassez de recursos do mundo.

O anseio e a projeção, fecham as portas para a verdadeira abundância, porque quando eu projeto uma condição para minha felicidade eu foco em um objetivo. E o foco fecha todas as demais portas que o universo deseja nos abrir.

Somos todos Um - Pai José de Aruanda


Hihihi


Os fio tão acostumado a escreve mensagem dos otro né fios?

Mas o veio vai conta uma coisa proceis. Tudo o que vocês escreveram até agora era oceis fios. 

Pois de que adianta eu e os mestres virmos aqui fala pra oceis que todos somos um, que somos a unidade e a união gera o que conhecem como divino... se oceis não consegue junta tudo fios?

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

reconhecendo a abundância 14 - O dinheiro movimenta o sentimento de abundância?


A abundância é um estado de aceitação das experiências, não tem um elo com a condição financeira porque é muito mais ampla que isso. É um sentimento que passa a existir, quando tomamos consciência que estamos conectados a algo muito maior que os sentidos físicos podem admitir.

domingo, 13 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 13 - O que seria o dinheiro?


Sob uma perspectiva humana, vocês veem o dinheiro como um meio a promover a troca de bens, produtos e serviços. Através do dinheiro vocês adquirem bens para os auxiliar e sustentar a vida.

Mas essa é uma visão muito humana desse fenômeno que é o dinheiro. Porque, sob uma perspectiva material, planetária, vocês dividem entre aquilo que é o espiritual daquilo que é a matéria. O sagrado é o espiritual, o energético, o transcendental e tudo mais que se relaciona à matéria é o profano, o menor, aquilo que os afasta do divino.

sábado, 12 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 12 - Ser abundante tem um elo com a condição financeira?


A abundância é um estado de abertura da alma, onde se aceita que o universo nos sirva de formas inesperadas. É um estado no qual o anseio já não é projetado a resultados, já não há mais expectativas sobre como a vida se conduz. É um estado de ser e não mais de ter.
Tivemos grandes exemplos de seres que vieram a demonstrar a vida em um estado de abundância, independentemente da condição material.

Jesus viveu de forma abundante em meio aos humildes, com generosidade, tendo como propósito contribuir ao mundo a cada dia, sem se prender ao orgulho, à vaidade, à luxuria, e tantos outros vícios que a matéria pode nos conduzir.

PERGUNTE AOS MESTRES - 123

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 11 - Como fortaler esse sentimento de merecimento em nosso interior?


O sentimento de merecimento vem quando nos habituamos a ver a abundância existente no mundo, quando deixamos de observar a falta e a escassez, e passamos a observar as oportunidades existentes. O merecimento vem junto da mudança de nosso olhar, quando nos empolgamos com a vida e tudo o que ela pode nos oferecer.

Nesse estado deixamos de ver as dificuldades, e passamos a ver oportunidades de nos realizarmos. São oportunidades que deixam de ser difíceis, que passam a ser vistas tão somente como oportunidades de buscarmos pela nossa felicidade. Somos tomados pela energia da motivação pela vida.

PERGUNTE AOS MESTRES - 122


quarta-feira, 9 de agosto de 2017

PERGUNTE AOS MESTRES - 120


Reconhecendo a abundância 9 - Como fazemos para nos desvincular dessa realidade de falta, de luta e restrições, e aceitarmos em nossa vida que somos merecedores?


Para ancorar o verdadeiro sentimento de abundância, devem reconhecer que há um processo envolvido de se desvincular do eu inferior, do eu egóico, que vê as restrições no mundo a partir de seus medos, suas dores, e suas próprias crenças.

O processo é de diluir seus registros de dor nas experiências que são trazidas em suas vidas. Observar a vida como uma oportunidade de diluir o corpo de restrições que se vinculam.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 7 - Qual o caminho que nos conduz a entrarmos na energia da abundância?



A energia da abundância é uma energia criativa, que agregamos ao nosso campo áurico a partir da ressonância interior. É uma energia criativa que atrai experiências que nos conduzirão a viver a plena abundância de nosso ser, considerando-se merecedores, confiantes no melhor.

sábado, 5 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 5 - O que precisamos fazer para aceitar nosso próprio merecimento?



Aquele que aceita seu próprio merecimento é, acima de tudo, generoso consigo e com todos. O sentimento da generosidade é o que abre as portas da lei da atração.

Ser abundante, reconhecer o seu próprio merecimento, não está ligado à quantidade de fortuna ou bens que você acumula em sua vida. Pois muitos dos afortunados no mundo vivem em um estado de miséria interior. E apesar de toda sobra que possuem, vivem lutando para conseguir ainda mais, em um estado de agitação.

PERGUNTE AOS MESTRES - 117


sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 4 - De que forma nos mantemos atrelados a esse padrão coletivo de falta e necessidade?



A grande questão que enfrentam, ao se perguntarem porque ainda se mantém nesse antigo padrão de falta e necessidade, seria olharem que isso é gerado porque guardam restrições em suas mentes, em seus corpos. Estamos a falar sobre padrões restritivos, padrões esses que se repetem em suas vidas, sempre a os conduzir à falta e à necessidade.

Estamos dizendo sobre padrões de preguiça, do sentimento de falta de capacidade, do anseio por querer obter tudo muito rápido, do sentimento de que nunca há o suficiente, do não reconhecimento de seu próprio merecimento.

O Sabor da infância - Paulo Veneziano

                                    Inscreva-se em nosso canal do YouTube



quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 3 - Qual o meio de se desvincular das restrições materiais que nos conduzem a falta de confiança?



O primeiro passo para se desvincular das restrições materiais é o autoconhecimento, a auto-observação. Conseguir perceber aqueles pontos dentro de nós mesmos, que não nos permitem visualizar as portas que diariamente se abrem diante dos nossos olhos.

Quando estamos presos às formas de pensamento diluídas na grade planetária, não visualizamos os caminhos. Nossos trajetos estão pré-programados, e sempre seremos conduzidos pelos nossos hábitos, pelas nossas próprias restrições.

PERGUNTE AOS MESTRES - 116

O Segredo do cofre - Lord Emanuel

Inscreva-se em nosso canal do YOUTUBE.


quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Reconhecendo a abundância 2 - O que leva as pessoas ao sentimento de necessidade?



O que vivem são formas de pensamento, vinculam-se a maneiras de se comportar, a formas de interagir. Por isso se submetem a viver esse sentimento de falta, que tantos trazem dentro de si.

E, como eu já disse, esse sentimento de falta existe tanto naqueles que possuem grande quantidade de bens, quanto naqueles que lutam para manter o mínimo, ou mesmo naqueles que a sociedade entende por não ter o mínimo.

23. Como ser feliz?


A busca por ser feliz é o que o mantém longe desse estado. A pergunta correta seria: Como estar feliz. Felicidade é um estado, e não uma busca de como ser. Você já é feliz, apenas necessita buscar dentro de si a compreensão e aceitação desse fato. Então você está feliz, quando começa a compreender essa verdade, de que a felicidade faz parte de você, é a sua essência e natureza divina.

Quando deixa falar a voz da sua verdade, deixando todas as chamadas do ego sem resposta, pois você apenas ouve o que é luz, e o que vem do coração, é quando deixa de permanecer no estado de busca pela felicidade para entrar no estado de estar feliz.

Estar eu digo, para que compreendam que o momento presente, o estar, é o que realmente importa. Todas as vezes que você deixa de estar feliz e começa novamente a busca por ser feliz, você está no futuro ou no passado, acessando antigas conexões e informações que foram parte da sua história e existem em seu registro de alma, mas que você pode acessar a partir do estado de felicidade ou do estado de sofrimento.

Quando você acessa, em meio às suas experiências de vida, informações contidas nos seus registros, gera alguma consequência no corpo físico presente, no momento presente, que pode ser um sentimento de repulsa por algo que está sendo colocado para você, de negação com base em algum trauma vivido, ou pode ser a escolha do momento presente, de estar feliz, em detrimento de estar no passado, acessando lembranças dolorosas, que não trarão nenhum benefício ao novo eu atual.

Percebam que a única forma saudável de acessar os registros de experiências antigas, é através do amor, da sabedoria que você adquiriu das suas vivências, e que são parte da construção do seu Eu do presente, quando olhadas as informações do passado sob essa ótica, você verá apenas a história de alguém que existiu, e que sofria, mas esse alguém agora brilha, não é mais aquele alguém. Deixou de ser para se tornar a unidade com a sua verdade e brilhar em união com o Eu Sou.

Todas as causas de fuga do estado de felicidade, são os acessos, mesmo que inconscientes, às lembranças do passado, que podem repercutir em criar imagens fictícias de um provável futuro, projetado em consequência daquele medo antigo acessado, e que sempre materializará um futuro de sofrimento, dentro da ótica daquele Eu Sofredor que não existe mais.

Mas você percebe que está acessando alguém do passado para construir um futuro muito distante? Você não percebe que o futuro do eu do passado é justamente o você de agora? Do momento presente? Então porque você não usa o seu eu do presente, mais sábio e maduro, para construir o seu eu do futuro, ao invés de projetar o pensamento de um ser que sofria do passado para continuar construindo o seu futuro.

Esse é o motivo de todas as preocupações, de todos os problemas materializados nas vidas de vocês, que são criados a partir de um olhar de sofrimento. Porque vocês se negam a aceitar e perceber que o seu eu de hoje, já brilha mais luz e é capaz de criar um lindo futuro de felicidade?

Então perceba como você pode, a partir de agora, criar um futuro de felicidade para você. Como isso é simples e está apenas em suas mãos, depende apenas de você. Depende de você passar a olhar a sua vida como algo abençoado, como algo iluminado, sob uma ótica de gratidão. Passar a viver no momento presente sem olhar tudo o que se apresenta trazendo os traumas do passado. Mas sim deixar tudo o que passou para ser livre a apreciar o que se apresenta sem os adjetivos que ele continha quando olhava a ele com as suas dores da vida.

Quando você olha uma flor, pode escolher apreciar a beleza da sua cor, o seu perfume e a sua capacidade de embelezar um ambiente, pode notar os insetos que se alimentam no seu néctar e estão a polinizar a natureza e contribuir para a expansão de toda essa beleza, ou você pode resgatar a lembrança daquele antigo par amoroso, que lhe deu uma flor como essa, e em seguida o abandonou, você pode lembrar daquele velório de uma pessoa que você amava no momento da sua partida do corpo físico.

São tantas formas de ver o presente, e que podem criar o seu futuro. Quando você escolhe acessar informações do passado para construir o seu olhar do presente, você está virando as costas para a sua oportunidade de ser feliz, para o seu recomeço. Você poderia escolher olhar o encontro com essa bela flor, como uma oportunidade de recomeço, acessando a lembrança do passado com sabedoria e maturidade, e identificar nessa experiência a oportunidade que a vida está oferecendo de recomeçar, de ver novamente essa flor, mas sob um novo contexto, em um novo momento, para continuar a trazer felicidade em sua vida.

O olhar para a flor, trazendo sofrimento do passado, e rejeitando a beleza dessa flor, fará com que materialize mais sofrimento em sua vida, pois está trazendo algo que já passou, mas ainda está materializando em seu presente a rejeição devido ao sentimento de sofrimento que foi gerado. Isso é a falta de maturidade e responsabilidade com a sua própria felicidade.

Você pode escolher como levar a sua vida, através do amor e da felicidade, com gratidão a tudo o que se apresenta como um recomeço e uma oportunidade de ser feliz, ou você pode escolher retomar o eu antigo, que sofria, e continuar o ciclo de repetições em sua vida.

Você é o responsável pela sua própria felicidade, e na medida que trouxer com sabedoria essa forma de pensar, materializará um futuro de mais e mais felicidade, para que então compreenda que apenas dessa forma é possível viver em plenitude.

E assim é.

Michele Martini
Fonte: www.pazetransformacao.com.br

Onde tudo se dá em absoluta perfeição - Pallas Athena

Inscreva-se em nosso canal no YouTube.


terça-feira, 1 de agosto de 2017

1) Porque as pessoas ficam anos na mesma rotina, sem aceitarem o chamado do coração?



Quando olhamos ao nosso redor o que vemos são muitos que necessitam de algo e de outro lado poucos que desfrutam de tudo. Observamos nesse estilo de comportamento um padrão coletivo, onde a falta e a necessidade imperam, ao lado do acúmulo.

Imperam, por um lado, em razão daqueles que não possuem o necessário, por outro, em razão daqueles que em razão do medo da falta acumularam desnecessariamente recursos que jamais serão utilizados, ou pior, que sozinhos seriam incapazes de utilizar.

PERGUNTE AOS MESTRES - 115

Sobre o fluxo - Mestre Serapis Bey

Inscreva-se em nosso canal do YouTube.


domingo, 30 de julho de 2017

sábado, 29 de julho de 2017

A ilusão da separação, ainda sobre as emoções - Mestre Serapis Bey

 Inscreva-se em nosso canal do YouTube


PERGUNTE AOS MESTRES - 112


21. Como não interromper o fluxo do recebimento dessa energia?


Ao primeiro sinal de desequilíbrio, onde volta a repetir os padrões antigos, onde retomam-se por algum instante os comportamentos que eram vistos como evidências de desequilíbrio do ser, deve-se imediatamente atuar para modificar a energia que foi colocada ali.

Quando por alguns momentos você acaba por deixar de emitir a energia de equilíbrio em seu meio, em suas atitudes diárias, em sua vida, você acaba emitindo energia inversa e isso interrompe o fluxo de recebimento de energia de luz, pois novamente cria os bloqueios.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

20. Como receber essa energia, que será o meu remédio?


Conforme você libera o fluxo de energia que era armazenada para o seu próprio sofrimento e ciclo de repetições de padrões, você dá lugar para a entrada de energias divergentes dessas que anteriormente se identificava.


A cada novo passo na liberação de suas antigas restrições, de padrões repetidos de comportamentos, você vai criando novas formas de se ajustar ao meio onde vive. Vai adaptando os seus hábitos. Quanto mais libera antigas formas de pensar, de fazer as atividades diárias na sua vida, de viver a sua rotina, você abre espaço para que viva de forma que nunca poderia imaginar. Aquela que somente poderia ser trazida pelo despertar da nova era.

PERGUNTE AOS MESTRES - 111


Sobre as Graças Divinas - Mestres El Morya e Mirian

Inscreva-se em nosso canal no YouTube.


quinta-feira, 27 de julho de 2017

19. Como retomar essa conexão com o Supremo?


Para todo aquele que se coloca à disposição da sua própria transformação, é possível um novo recomeço.

Sabe-se que diante de todos os obstáculos colocados diante de si durante toda uma vida, repetidas vezes viraste a face do divino e olhaste apenas em direção as saídas aparentemente fúteis da matéria. Aquelas que levam ao prazer ilusório momentâneo, mas que não o conduzem a plenitude e estabilidade emocional em estado de felicidade na vida. 

A tênue divisão entre o novo e o antigo - Lord Kumara e Lady Venus

Inscreva-se em nosso canal no YouTube.


PERGUNTE AOS MESTRES - 110

Um novo mundo está a se manifestar - Mestre Jesus

                      Inscreva-se em nosso canal do YouTube


quarta-feira, 26 de julho de 2017

Surge uma flor de lótus em meio ao pântano escuro – Mãe Maria


Que as bênçãos do amor tragam paz aos seus corpos, mentes e corações.


Amados filhos

É chegada a hora de acolhê-los em meu manto de amor e proteção materno.

No seio do meu amor, vocês são benvindos como doces crianças que estiveram perdidas a encontrar o seu verdadeiro caminho de paz.

18. Como ser autossuficiente?


Quando brilhamos a nossa luz, estamos a ofuscar as sombras do nosso inconsciente, que nos diz que necessitamos de algo a nos completar, a nos trazer o estado de paz, que somente pode ser alcançado por nós mesmos, através do estado de aceitação de si mesmo.


Quando trazemos ao coração, todos os aspectos que negamos e que neles estão gravadas as nossas restrições, nós estamos abrindo a possibilidade para que entremos no estado de autossuficiência.

Do Amor sem julgamento - Lady Venus

                      Inscreva-se em nosso canal do YouTube


terça-feira, 25 de julho de 2017

17. Como não projetar o ódio ou a infelicidade naqueles com quem se convive?


Quando trazemos dor, sofrimento, ódio, no coração, não somos capazes de projetar um sentimento puro de luz a outros, ou mesmo àqueles com quem convivemos.


Trabalhamos dentro das nossas experiências, a curar tais dores da alma, que trazemos como herança de nossas outras manifestações na matéria, onde agregamos sabedoria, mas também restrições e sofrimento, que se reflete como ódio e infelicidade.


A questão é: Porque estamos aqui?

Sobre o plano imaculado - Mestres Helios e Vesta


Inscreva-se em nosso canal do YouTube


segunda-feira, 24 de julho de 2017

16. Como construir uma nova realidade? Como materializá-la?


Quando deixamos ruir as construções ilusórias da nossa personalidade, quando nos despimos de querer ser algo, ou querer representar alguma personalidade, uma postura ideal para determinadas situações, começamos a dar abertura para que nasça a Nova Era atrelada à plena verdade e ligação com o divino.


Muitas vezes é necessário deixar ruir aquilo que você acreditava, as opiniões formadas de certo e errado, para que a nova realidade se abra.

PERGUNTE AOS MESTRES - 109


domingo, 23 de julho de 2017

15. Como ver aqueles que causam sofrimento com amor?


Quando vemos o divino em nós, passamos a ver também o divino no interior de cada ser, a resplandecer em luz, mesmo naqueles atos que são alvos de críticas e julgamentos.

Todas as ações dos seres, divinos em sua essência, trazem o propósito da cura e do despertar da verdade em cada um. E por isso, mesmos os atos vistos como aqueles que causam sofrimento, são na verdade necessários para que processos de cura se deem.

PERGUNTE AOS MESTRES - 108


sábado, 22 de julho de 2017

14. Como ser a nossa própria verdade?


Trazemos dentro de nós, já desde a infância, a cobrança por nos ajustarmos a padrões pré-estabelecidos da sociedade.

Esses padrões são aqueles que recebemos de forma intensa dos nossos pais, nas escolas onde estudamos. E que, a grosso exemplo, podemos refletir no fato de usarmos roupas, cortarmos ou não os cabelos, fazermos ou não a barba, vestirmos roupa de menino ou de menina, etc. Esses são exemplos pequenos, mas que podem ser expandidos de forma macro. Pois o mesmo condicionamento mental que nos mantém na prisão que criamos a nós mesmos, de seguir esses padrões, que são tão aceitos por nós que já deixamos de tentar mudá-los, e tomamos gosto por os seguir, há também aqueles outros padrões que por vezes não percebemos, mas que também estão gravados em nós, que nos repetem o tempo todo que podemos ou não podemos ser algo que realmente almejamos.

PERGUNTE AOS MESTRES - 107