quinta-feira, 26 de outubro de 2017

PERGUNTE AOS MESTRES - 162


CONGREGAÇÃO DE PAZ E TRANSFORMAÇÃO

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

PAZ, LUZ E AMOR.

* Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site:http://www.pazetransformacao.com.br/. O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.

PORQUE SOU CHAMADA DE MESTRA, ENQUANTO VEJO TANTO SOFRIMENTO EM MINHA VOLTA, E NÃO ME SINTO CAPAZ DE AJUDAR?

Pergunta:

Queridos Mestres. Obrigada pela oportunidade de lhe fazer uma pergunta importante, que é um fardo para a minha alma. Recebi dons de visão e sentimentos e, por isso, as pessoas me acham Mestra. Eu me sinto desconfortável com esse termo, pois tudo o que precisamos está dentro de nós, e já que cada jornada é individual, eu simplesmente desperto lembranças que já estão dentro dos outros. Estou frustrada porque vejo o incrível em cada alma, e sinto o amor e a possibilidade em cada indivíduo que encontro, mas não consigo alcançar essa luz em todos, e às vezes sinto que estou falhando com os dons que os deuses me deram. Eu continuo me dizendo que amanhã é outro dia para tentar novamente de outra maneira, mas por algum motivo estou sentindo que o tempo é curto. Às vezes eu me sinto tão frustrada, e eu queria que as pessoas estivessem como palhetas brilhantes para que eu possa simplesmente quebrá-las e agitá-las até a luz entrar. Infelizmente, não funciona dessa maneira e tenho certeza de que eu seria presa por tentar. Houve um momento em que você também sentiu esse tipo de frustração ao ver a beleza e a magia em todo o mundo e também nas pessoas, mas não podendo fazê-las ver, a beleza em si mesmo? Se pudessem ver pelos meus olhos, meditamos e pedimos força para servir meu propósito divino e as pessoas são atraídas para mim como moscas para o amor, mas eu sinto que eles realmente não estão ouvindo ou sentindo o que estou dizendo. Eu lhes digo que você achou o que procura, então mantenha os pensamentos positivos e procure os pequenos milagres todos os dias e agradeça por eles. Às vezes, é mais difícil tomar meu próprio conselho e eu uso minha frustração na minha manga, e é por isso que me sinto desconfortável com o termo Mestra. Eu sinto que sou simplesmente um agitador de memória. Algum conselho que você tenha para minha jornada e meu propósito de vida para servir os outros?

Resposta:

Filha. Apenas permita-se deixar de carregar o fardo, o título que carrega com um olhar de cobrança a si mesmo. Perceba que as pessoas necessitam de algo para se espelhar, e ainda que não tenhas total compreensão do seu poder de influenciar, aceite que a sua própria jornada de descoberta da sua luz, também mostra o caminho da luz para outros. Esse é o caminhar do mestre. O mestre não se torna iluminado porque é mestre, e sim a mestria já existe mesmo antes da iluminação. Toda a caminhada em direção à ascensão é acompanhada pelos que estão a sua volta, e compartilhada por você. E isso o torna o mestre de si mesmo. Mostrando que nada mais há com o que se preocupar quando apenas está olhando para si mesmo e procurando encontrar as suas restrições, e assim transcendê-las, sem preocupar-se com o que ocorre no externo. Isso você mostrará na medida em que passar a compreender. E então esse aperto no coração aliviará, na medida em que perceber que tudo é lindo e belo assim como é, até mesmo as imperfeições e desvios na caminhada que observa de outros, ainda assim são belos como são, pois a estrada de aprendizado da vida é como uma bela pintura, com múltiplas curvas e formas, que darão uma bela obra de arte, aquela que estará recheada de sabedoria e experiências. Assim como a sua própria caminhada para chegar até aí. Compreenda que o olhar obscurecido de tantos filhos, ainda assim é belo, pois tem a nos ensinar como é possível viver imergido na escuridão, e ainda encontrar motivos para viver sem fugir da experiência da vida. A vida é bela, filha. E a caminhada por essas experiências mostrará que, enquanto não aceitar que tudo é belo como se apresenta, continuará a conectar-se com o sofrimento, pois de alguma forma ainda se identifica com ele. Trabalhe para identificar em você mesmo o que está ressoando com esses sentimentos que você vê em outros e lhe causa desconforto, pois essas são as sementes das restrições que ainda carrega, e que já podem ser colhidas e plantadas em um belo jardim, a se transformar em uma bela flor. Permita-se florescer, a partir das sementes colhidas do sofrimento, e então perceberá que tens ainda um grande estoque de grãos a serem plantados e florescidos por toda a sua caminhada.
Sou Rowena

PORQUE NADA FAZ SENTIDO PARA MIM? SINTO-ME PERDIDA.

Pergunta:

Amados Mestres. Tenho baixa estima, falta de fé em mim, é como se eu não sentisse merecedora das coisas, da abundância. Às vezes me sinto tão perdida, sem direção, é como se as coisas não fizessem sentido pra mim. Sou só, me sinto só e talvez eu até goste disso. Gosto da quietude, do silêncio. Sinto que nada flui para mim, é como se tudo estivesse estagnado.  Minha vida familiar é complicada: meu pai só fala de coisas ruins, de mortes, tragédias, reclama do trânsito, ele é infeliz, triste, sozinho. Minha mãe é negativa, reclama da escassez, da falta de dinheiro, ela é muito doente, mas a doença física dela é proveniente da espiritual, tem artrite, artrose, escoliose, fibromialgia, depressão, etc. Fico sempre no meu quarto, lendo, deitada. Minha companhia é minha gatinha. Também tenho problemas de relacionamento, sou antissocial, não gosto de muita gente, gosto de fazer minhas coisas, sozinha, tenho poucas amizades. Melhorei muito esse ano, frequento um núcleo espiritualista onde há tratamentos com reiki, passes. Outra coisa, eu não durmo à noite, rolo a noite toda, fico acordada. Tenho muitos e muitos pensamentos, não consigo desligar nunca. Minha mente é um turbilhão. Tentei meditação, mas não consigo relaxar, me conectar. Enfim, é como se nada fizesse sentido pra mim. Peço por favor, uma orientação, uma direção. Porque sou assim? Há muitas bênçãos em minha vida, sei disso, mas porque me sinto perdida, porque nada faz sentido para mim? Gratidão!

Resposta:

Filha amada. Saudações sou seu irmão de amor, Serapis Bey. A vida é feita de percalços. Não há ninguém que viva uma vida de plenitude na matéria, não em termos de viver apenas experiências suaves. O grande problema é que acredita que seus problemas são maiores e que suas dores são mais doloridas, e não percebe que é apenas a vida. Assim é que se vincula com muitos julgamentos, de todas as pessoas. Julga as pessoas e acredita que farão o mesmo contigo, por isso encontra dificuldade na convivência. Falta aceitação. Quando passar a aceitar verá a fé que se fará em sua vida. A força crescerá em seu interior e tudo se tornará mais simples. Precisa ter disciplina em cultivar a aceitação. Assim você verá que a mente começará a silenciar, os medos começarão a diminuir, e estará pronta a procurar sua liberdade, encontrando pessoas que possui maior ressonância. Você se libertará de todos esses julgamentos que nutri sobre si mesma, pois não é antissocial, e fechada, apenas pensa ser pelo medo que nutre do julgamento. Inicie o processo de se desligar de julgamentos, de valores. Comece a observar a ilusão da vida e aos poucos verá com facilidade tudo começar a fluir, a mente se silenciar e a purificação ocorrer. Esteja em paz filha, pois você é muito amada por todos nós.

Serapis Bey

OS GUIAS ESTÃO COMIGO POR ALGUM MOTIVO?

Pergunta:

Com gratidão venho fazer mais uma pergunta: desde cedo trabalhei na umbanda, onde os guias de manifestaram rapidamente, eu passei por três casas e acabei saindo, porque sempre havia questionamentos em relação a postura dos dirigentes, eu sempre amei tudo mas hoje não consigo mais participar. Acabo sentindo que o ego acaba sendo mais importante nesses lugares do que a manifestação dos guias. A magia em si pode prejudicar meu crescimento ou estou equivocada? Estou deixando de fazer o meu caminho por não estar mais sendo canal para os guias de manifestarem? Eu às vezes sinto falta, vejo vultos e acabo tendo sonhos muito pesados. Porém na época que estava no centro e trabalhava auxiliando o desmanche e limpeza de magia, e das pessoas também tinha sonhos muito ruins. O fato de hoje não estar mais vinculada me prejudica? Preocupo-me, porque sempre tive muita facilidade na manifestação dos guias, e as pessoas eram ajudadas, eu acredito, e por isso estou em falta com esta missão? Sinto-me bem hoje, criando minha filha e estudando a mim mesma, porém os guias estão comigo por algum motivo?

Resposta:

Filha. Desligue-se de todos esses dramas. Deixe de se perguntar. A resposta está em seus sentimentos. Se parasse mais para ouvir o que sente no momento presente, ao invés de trazer tantas dúvidas mentais saberia a resposta. Apenas se pergunte. O que me faz bem? Em que situação me sinto bem? O restante são crenças da mente, nada mais, formas de pensamento que trouxe para ti. Se optar por trabalhar, é porque te faz bem. Apenas vá e faça seu trabalho sem julgamento. Se não te fizer bem, pare. Você não é obrigada a nada, a não ser aquilo que contribua com sua evolução e que te faça bem. Sinta filha, traga as perguntas ao coração, e deixe sua presença Eu Sou se manifestar. Seu canal é aberto a receber as respostas, silencie-se, abandone o julgamento e ouça. Isso é tudo. Com amor.

Serapis Bey

QUAL A MELHOR MANEIRA DE USAR OS MEUS DONS PARA ME AJUDAR?

Pergunta:

Qual é a melhor maneira para eu usar meus dons para me ajudar?

Resposta:

Filha. Comece trabalhando a aceitação da sua própria capacidade de se curar, e de se ajudar. Não há técnica que seja eficiente, se não for acompanhada da confiança, que vocês entendem como fé. Vocês estão acostumados a ouvir a palavra fé, e se agarrar a ela, e confundem com o sentimento de esperança. A fé é interpretada como a projeção da solução do problema para outro lugar, como se algo milagrosamente viesse resolver os seus problemas. Mas na verdade a fé significa que você é capaz de curar a tudo, de resolver todos os problemas, e está ligada à confiança em si mesmo. Trabalhe a aceitação de suas próprias restrições, e também a compreensão de que, ainda que envolvida em altos e baixos na vida, é capaz de acessar a luz divina interior para se ajudar. Você é luz e é poder, você é força e liberdade, você é superação, amor e fé. E, portanto, você é capaz de transformar a sua vida, basta e aceitar a sua própria essência e verdade.

Sou Arcangelina Fé

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini – Outubro de 2017.
Colaboração: Ilza Barreto.
Fonte: www.pazetransformacao.com.br