Translate

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Abençoando a paz interior que pode surgir diante do caos – Serapis Bey


Filhos,


Hoje gostaria de lhes dizer algo. De dizer algumas coisas para que compreendam o que significa o amor ou a paz verdadeira.

A vida na terra é uma busca incessante por tudo aquilo que nos traz prazer, alegria e felicidade. Mas em razão da aparente separação que se incluíram, vocês buscam a felicidade apenas para si próprios. Toda a felicidade é buscada para si mesmos porque dentro dessa ilusão, vocês não conseguem se ver em unidade ainda.

Nessa visão parcial, humana, diria sem o panorama da situação, vocês acabam entrando nessa busca e se preocupam com a própria felicidade. Vejam que muito daquilo que compreendem por amor, é apego. Porque vocês não amam verdadeiramente a ponto de liberar se necessário for, mas querem a pessoa para si porque ali veem uma oportunidade de sua própria felicidade.

Nessa experiência terrestre, então, vários conceitos foram sendo modificados. Vejam que o amor que sentem não é o amor verdadeiro que parte do interior ao exterior, é um amor que vê no objeto externo, no irmão, uma possibilidade de ter um pouco de felicidade. Então vocês vivem seus dias pensando amar, pensando sentir, emocionar-se, mas são pensamentos e não sentimentos. Os reais sentimentos que partem da essência não necessitam de qualquer condição externa.

Vejam ainda que o pensamento projeta a felicidade em algo exterior e o verdadeiro sentimento independe do objeto que o gera, porque é uma conquista, algo que parte de dentro e se internaliza. Vocês não amam um objeto exterior ou uma pessoa, mas a sensação que isso lhes traz. Se não concordam liberem seu parceiro à vida, pois quem ama deixa ir, não prende.

Mas digo isso apenas para que compreendam que muitas vezes lançamos nossa felicidade a algo externo a nós, o dinheiro, uma companhia, os bens da vida, e pensamos somente sermos capazes de ser felizes e amar se estivermos em posse da pessoa ou daquilo que pensamos necessitar para encontrar a felicidade.

Mas a real felicidade é justamente a ausência de dependência de tudo que for externo a nós. Por esse motivo a vida na matéria nos leva a situações de grande desafio interior, pois isso nos conduz ao nosso interior, pois quando já não temos o objeto de nosso desejo descobrimos que esse sentimento sempre esteve em nosso interior. Ele sempre esteve ali, mas entendíamos sermos dependentes de algo externo que nos gerava aquilo que era um pensamento, e não um sentimento.

Nessas situações que vivenciam, vocês acreditam que sua paz depende de não haver nada que te tirem de seu conforto. Mas se compreendessem que a paz que têm dentro de vocês é um estado natural, esses são vocês, vocês veriam que sempre teriam tudo em suas vidas, independentemente daquilo que possa os conduzir a insegurança ou os desestabilizarem.

E quando passam por esses desafios de desapego possuem a oportunidade de mostrarem o quão forte é o sentimento de paz dentro de vocês. Pois muito fácil seria irradiar sua paz em um ambiente seguro e protegido. Mas a prova é descobri-la independentemente de algo externo, pois ela é sua essência mais pura.

O dia que descobrirem essa paz, ainda que em meio ao aparente caos, esse estado de ser, encontrará grande alegria em suas vidas. Perseverem, meus irmãos, busquem em seu interior sua paz, que vocês verão o que são capazes de realizar a partir desse estado interior.

Fiquem nessa paz e estarei sempre com vocês.

Sou Serapis Bey

Canal: Thiago Strapasson – 20/12/2017

Fonte: www.coracaoavatar.com.br