terça-feira, 28 de novembro de 2017

PERGUNTE AOS MESTRES - 174


CONGREGAÇÃO DE PAZ E TRANSFORMAÇÃO

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

PAZ, LUZ E AMOR.

* Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site:http://www.pazetransformacao.com.br/. O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.

PORQUE UM ESPÍRITO QUE CHEGA A MIM QUER ME FAZER BEM E ÁS VEZES ME FAZER MAL?

Pergunta:

Bom dia, meus amados. Eu recebi respostas antes a respeito de uma questão espiritual. Eu fiz o que me orientaram. Ultimamente observei que o espírito que vive encostado em mim, não é exatamente um bom espírito, ele às vezes, me ajuda, às vezes quer me alucinar, ameaçando e jogando em mim, baixas vibrações. Qual sua verdadeira intenção para comigo? Acho que, às vezes, tem outro espírito que me perturba. Eu faço o melhor para amá-los, independentemente das suas atitudes, e a confiar que um dia, eu consiga me livrar desta realidade que criei. O que eu preciso saber ainda, Mestres queridos? Sou muito grata. Abraços!

Resposta:

Filha. Você já sabe a resposta. E ela está no amor. A oportunidade que tens diante da experiência de trazer para perto de ti energia que lhe permitirão agregar mais sabedoria, é digna de gratidão e de amor. Quando recebes vibrações baixas, é porque dessa forma também você vibra, mesmo que não perceba, mas dentro de ti em algum ponto mora o fio de conexão com a energia densa que chega a te atingir. Assim se tornará mais forte, mais sábia. Pois sem o auxílio daqueles que se colocam em frente a ti para lhe mostrar os seus pontos de superação, estaria parada no tempo de sua evolução. Por isso, minha amada, engana-se em pensar que cresce e que é ajudada enquanto recebes energias boas, mas sim são apenas refúgios provisórios, pequenos auxílios para que permaneça firme na caminhada. O verdadeiro aprendizado, e o crescimento, vêm daqueles que lhe trazem baixas vibrações, e por eles deve cultivar apenas o amor, o perdão e a gratidão. Ancore dentro de ti o desejo de amar, amar a todos, e agradecer por todo o crescimento proporcionado a você com as experiências. Verá que se tornará tão reluzente que com a sua luz poderá purificar aquilo que antes a perturbava, e com isso devolverá a purificação em agradecimento ao crescimento adquirido desse convívio. Ancore o amor e o perdão.

Sou Kuan Yin

COMO ALCANÇAR A MINHA NATUREZA PRIMÁRIA?

Pergunta:

Boa noite amados Mestres. Estou a atravessar um momento na minha vida, em que sinto que a minha personalidade e energia pessoal está me pedindo atenção, para que de raiz, faça uma construção renovada do meu Eu. Como posso tomar posse deste meu encontro da minha Natureza primária, para vivenciar uma aprendizagem iluminada e prazerosa? Peço a vossa orientação para eu me colocar da forma mais consciente na minha estrada vivencial. Gratidão a todos.

Resposta:

Filho. A única coisa que o atormenta nesse momento é o medo do desconhecido, daquilo que anseia conhecer. Está a projetar um modelo em sua mente, e assim, continua a buscar incessantemente por algo. Mas chegará um momento que essa busca terminará e então poderá fluir com maior naturalidade. Até mesmo a busca por aquilo que concebe como sendo o correto se finalizará. Dessa permissão, surgirá a paz a irradiar sua consciência, que o conduzirá ao estado que chama primário. Mas até lá deve deixar essas pretensões de lado para que o livre fluir, se faça em sua vida. Não tema, caminhe com confiança, e quando essa busca incessante finalizar, restará o nada, que se tornará o vazio. E assim a luz se fará, nascerá novamente de seus aspectos que dormem nessa realidade da vida. Esteja em paz.

Osho

COMO SABER QUAL A MINHA VERDADEIRA MISSÃO NESTE MUNDO?

Pergunta:

Em primeiro lugar, muita gratidão aos Mestres, por me darem oportunidade de postar minha pergunta. Em segundo, aos donos deste site tão maravilhoso. Mestres, de um ano pra cá, tenho ficado muito amedrontada com relação ao meu trabalho, vivo com medo de cometer erros, etc. Também, embora tenha uma vida confortável, meu coração não se alegra mais de vir todos os dias para este lugar. Saio de casa muito cedo e volto muito tarde. Ás vezes eu sinto que minha vida deveria ter um propósito maior do que este. Sinto-me presa aqui. Há alguns anos (mais ou menos 10 anos), fiz o curso de acupuntura, pois sentia muitas dores no corpo, e depois de buscar por vários tratamentos, decidi que, eu ia buscar minha cura por mim mesma, e graças ao bom Deus as dores foram embora. Durante certo tempo, trabalhei durante o dia em um escritório e a noite atendia com acupuntura, no entanto me desgastei e não consegui seguir adiante no meu caminho como terapeuta, tendo que ficar com meu emprego no escritório, o qual me garantia renda fixa. Sou uma pessoa que vive numa incessante busca pela verdade maior, pela espiritualidade, mas de uns tempos pra cá sinto como se desse um passo para frente e dois pra trás na minha busca, e me sinto confusa até no que buscar, e no que acreditar. No território do relacionamento, sou casada há três anos, meu marido é ótimo, no entanto temos brigas frequentes, o que faz com que eu sinta que nosso relacionamento é fracassado. Tem dias que me sinto tão sozinha, tem dias que caio em depressão e não consigo enxergar uma luz em minha frente, parece que não há saída para minha vida. Tem dias que peço ao Pai que me leve, pois já não suporto o peso desta vida. Mestres, minha autoestima anda péssima, me sinto feia por dentro e por fora. Por favor, Mestres me ajudem, quero ser uma pessoa equilibrada, uma pessoa iluminada, mas como coloquei antes, ás vezes eu sinto como se estivesse amarrada, não conseguindo sair do lugar. Por favor, me ajudem a desvendar qual é minha verdadeira missão neste mundo e como vivê-la, como sair da minha atual situação ao qual me sinto prisioneira. Gratidão eterna!

Resposta:

Filha. O drama que vive é algo tão comum, relacionar-se a dores humanas. Nada mais humano que estar permeado por todas essas dúvidas, medos anseios. Esse é o estado natural daqueles que estão mais sensíveis ao ambiente, aos relacionamentos e a tudo que os rodeia. O que se dá, é que a maioria das pessoas, está em um nível de consciência que a sensibilidade está mais fechada, aprisionada digamos assim. A vida que descreve é como a de todos, cheia de projetos, de medos, de anseios, de tristezas e alegrias. Mas nesse cenário todo, percebe que tudo está bem? O que precisa filha, a partir de agora, é se ancorar no momento presente. Deve parar de projetar naquilo que foi ou poderia ter sido. Apenas o presente importa. Não imponha condições para sua felicidade, aprenda que ela está ao seu alcance no agora. E assim aprenda a se vigiar para não permitir que seu estado emocional varie tanto. Sempre que perceber correntes a conduzindo, para e respira calmamente, volte ao seu centro. Saiba que ao iniciar o processo de estabilização emocional, começará a estar menos suscetível a essas variações, e será capaz de permanecer em um nível emocional mais elevado. Vigia filha, que estamos junto de ti. Esteja em paz.

Sou Serapis Bey

SINTO A DOR DO OUTRO, E NÃO CONSIGO FICAR SEM AJUDAR

Pergunta:

Gratidão pela oportunidade, como sabem sou assídua no estudo das postagens deste site. Transformei-me muito, hoje sou mais feliz e realizada. Aprendi a me amar, a me respeitar, a me fortalecer com as minhas próprias forças, e o amor imenso que tenho pelo ser humano, também se faz presente no meu interior. As respostas das minhas indagações, eu tenho encontrado no meu interior, e muitas vezes no site, mas ainda preciso do auxílio dos Mestres para entender algumas questões. Não consigo entender ainda, o que os Mestres falam e nos orienta, que o mais importante é o próprio caminho, que não temos que fazer nada além do viver no aqui agora, consigo mesmo ancorando o Eu Sou.  No meu coração isso ainda não funciona, eu sinto a dor do outro e eu não consigo ficar sem ajudar, sinto a aflição da minha colega que precisa de uma orientação e muitas vezes eu consigo ajudar só dando uma atenção e falando algumas palavras com muito amor, sinto o quanto as pessoas ficam muito felizes com o meu sorriso e com o meu bom humor, sinto a necessidade de tocar, de dar um abraço, de beijar e dizer o quanto elas são amadas pelo Criador. Desde pequena eu ouço: “Você é muito especial, sua energia é de muito amor, a sua luz é imensa”.
Como não me importar com a evolução, com a dor, com o sofrimento e até com a alegria do outro? Se eu sinto por mim e pelo outro um amor sem fim? Mesmo porque o outro não existe mais na minha concepção. Muita luz e muito amor.

Resposta:

Filha, você está a buscar a luz interior. Necessita aprender a sorrir por dentro, para si mesma, necessita trabalhar a purificação e exposição das restrições internas, que a fazem se sentir conectada ao sofrimento alheio. Necessita primeiramente purificar a si mesma e aceitar, sorrir para si, diante de tudo o que se apresentar, para então ajudar. Dentro de ti você guarda mágoas, angústias, lembranças inconscientes de momentos de sofrimento que funcionam como fios energéticos a conectá-la com o que vê através de seus olhos. Observa do lado de fora, sente o desconforto dentro de si que gera o impulso de ajudar, mas ainda não aprendeu a olhar para si mesma e entender o que ocorre no seu coração. Perceba que o primeiro passo para ser luz, é iluminar as sombras internas. Quando se identifica com a sombra externa, se emociona, e se deixa envolver, é porque carrega em si tal restrição. A caminhada de aprendizado é bela, assim como a sua luz interior. Quando vemos sombra, quando vemos sofrimento, é apenas a manifestação da luz que quer sair e se mostrar, é belo assim como aquilo que hoje entende como paz e liberdade. Aprenda a observar o externo apenas como um espelho de si mesma, a contribuir para que encontre dentro de si os pontos de conexão que a mantém impedindo a sua luz de se manifestar.

Sou Serapis Bey

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini – Novembro de 2017.
Colaboração: Ilza Barreto.
Fonte: www.pazetransformacao.com.br