sexta-feira, 3 de novembro de 2017

PERGUNTE AOS MESTRES - 166


CONGREGAÇÃO DE PAZ E TRANSFORMAÇÃO

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

PAZ, LUZ E AMOR.

* Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site:http://www.pazetransformacao.com.br/. O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.

SUPERAR A VONTADE DE AJUDAR

Pergunta:

Amados Mestres, gratidão por tudo o que me ensinam e pela paz que recebo através das mensagens. Tenho lido muito sobre astrologia, e estudado como podemos superar certos aspectos que existem no mapa astral? O mapa pode ser transformado através de nossa evolução? Quero sempre ajudar e depois me sinto usada. Como superar a vontade de ajudar? Ao mesmo tempo isso pode ser autoestima falha? Como trabalhar a cooperação, e ao mesmo tempo manter minha personalidade? Vivemos entre muita competição, como conseguir neutralizar as forças negativas ao nosso redor, sem se isolar? Como combater a sensação ruim que percebemos de quem não gosta da gente? Às vezes saio de ambientes me sentindo exausta. Deus ilumine vocês. Paz!

Resposta:

Salve oxalá! Tudo isso é falta de confiança em si própria. Todas essas dúvidas se refere ao fato de que, não se dá o prazer de se libertar para tentar. Mas sabe filha, não falamos do tentar mental, daquele planejado, mas daquele de se aquietar, ouvir o coração. Percebe que todas essas dúvidas se referem a um mesmo fato, a dificuldade que possui em ouvir seu coração, de se silenciar? Então, a partir de hoje você vai se comprometer a treinar esse silêncio. É um processo de perseverança, de parar diariamente, para se aquietar. Você verá filha, isso te ensinará o caminho de sua própria libertação.

Exumaré

QUERO MINHA VIDA EQUILIBRADA

Pergunta:

Queridos Mestres, gratidão por esta oportunidade. Mestres, eu quero e preciso colocar minha vida nos trilhos. Estou vivendo um turbilhão de sentimentos e não estou conseguindo ir a lugar algum, tenho consciência de que não pratico o que aprendo, porém esse é o meu desejo. Peço que me ajude a identificar o que, na minha infância ou em outras encarnações, que ainda está arraigado no meu eu, para que eu possa me curar ou me perdoar, vocês conhece a minha condição, e o sentimento de apego que tenho a uma pessoa. Quero minha vida equilibrada, mas ainda estou plantando e colhendo espinhos. Sinto uma carência afetiva muito grande, e sei que esse é o fator que me impede de crescer em todos os aspectos da minha vida. Sei que tenho certa sensibilidade, mas eu não consigo desenvolvê-la espiritualmente. Peço-lhes com todo meu coração que me ajudem, e desde já minha imensa gratidão, pois sei que serei atendida. Gratidão também por tudo que possuo, assim é!

Resposta:

Filha. O amor promove ciclos de rompimento com tudo que nos prende. E ele é capaz de remover tudo que te segura. O amor quando parte de dentro, rompe todas as esferas de apego emocional que possuímos. O grande problema, é que sequer se sente capaz de se amar, e passa a viver de gotas que pensa te satisfazer. Mas isso simplesmente porque não se reconhece merecedora de algo que te complete. Esteja em paz minha amada. Você sabe que basta criar o hábito de cultivar esse autoamor. Comece nas pequenas coisas, acreditando e aceitando sua própria individualidade, e aos poucos vá expandindo esse amor para aquilo que não se considera capaz. Verá a transformação, porque cultivar esse amor interior é como cultivar uma planta desde a semente. A satisfação de colher os frutos é enorme. Cultive filha, e verá. Com todo meu amor.

Sou Rowena

PORQUE SINTO DESCONFORTO AO MEDITAR?

Pergunta:

Queridos Mestres. Habitualmente quando eu acordo, e antes de me levantar, procuro entrar em estado meditativo, fazer visualizações com a Luz, e afirmações. Estes momentos de grande bem estar e de muita paz, a determinada altura, e durante algum tempo, passaram a ser de grande desconforto e algo penoso, de tal maneira, que sentia grande dificuldade em me levantar, sem ânimo e sem forças para fazer a rotina do dia. Atualmente, ainda acontece de vez em quando, mas de um modo mais leve, ao acordar e, por vezes, durante o dia quando me deito para relaxar. Desejo se possível, saber o que se passa, e que me orientassem no sentido de eu ultrapassar esta situação. Obrigada!

Resposta:

Filha. Está fazendo o processo inverso. Está clamando pela luz como se ela estivesse fora de ti. Está realizando as invocações de fora para dentro, e nesse processo se esquece do ancoramento. Todo trabalho filha, de invocação, inicia-se com o ancoramento através de sua equipe espiritual. Primeiro você pedirá ancoramento aos seus mentores, equipe de apoio, anjos, arcanjos, mestres ascensos, e todos aqueles que seu coração se conectar. Depois do ancoramento, a invocação não é de fora para dentro, mas a partir do coração. Você criará uma luz em seu interior. E essa luz atrairá do mesmo em conexão com o Divino, com o amor. Você é um ser magnético e enquanto não desbloquear sua luz interior, sentirá esse cansaço, porque atrairá ao trabalho todo tipo de energia. É importante que esteja em silêncio, que realize o ancoramento adequado, e depois se expanda com calma, de dentro para fora, na medida em que seu corpo suportar. Não tenha pressa, que tudo se fará no tempo perfeito. Esteja em paz.

Sou Sananda

PORQUE TENHO SINTOMAS FÍSICOS COMO, FORMIGAMENTOS E BORBULHAS NAS MÃOS?

Pergunta:

Sinto que a minha atitude em relação à vida tem evoluído, e que ainda tenho um caminho a percorrer. Tento viver o dia a dia sem ansiedade, sem medo, sem julgamentos, apesar de às vezes ainda "ir" por esses caminhos. A minha pergunta concreta, relaciona-se com o que tenho sentido fisicamente (formigamento, borbulhas que aparecem nas mãos), isso tem a ver com a reconexão? Devo aprofundar esse caminho? Gratidão a todos!

Resposta:

Filho. Não tem a ver com a mente. Você não vai compreender. Percebe que toda vez que tenta compreender cai nos antigos vícios? É porque volta às velhas formas. Não se trata disso ou daquilo. Trata-se apenas da manifestação do divino na terra. Não se trata de compreensão ou de sensações. Os sintomas corporais são apenas os sintomas da liberação vibracional. Mas lembre-se, você não é esse corpo, nem a mente, nem os sentidos. Você é a alma. E apenas sua alma está começando a falar. Mas é uma voz que a mente não compreende, uma voz intuitiva. Esteja em paz.

Sou Kuthumi

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini – Outubro de 2017.
Colaboração: Ilza Barreto.
Fonte: www.pazetransformacao.com.br