terça-feira, 22 de agosto de 2017

PERGUNTE AOS MESTRES - 127


CONGREGAÇÃO DE PAZ E TRANSFORMAÇÃO

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

PAZ, LUZ E AMOR.

* Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site:http://www.pazetransformacao.com.br/. O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.


O QUE FAZER COM UM OBSESSOR QUE ME PERSEGUE?

Pergunta:

Bom dia, Osho. Fiquei muito feliz quando li suas respostas das últimas perguntas que os amados irmãos fizeram. Mal acreditei que era você que estava respondendo através da Confederação Paz e Transformação. Muito obrigada pela sua presença e amor. Bem, o que vou perguntar tem muito a ver com você, querido. Nos últimos meses, eu estava estudando você a fim de me libertar das ilusões e me encontrar. Um espírito desencarnado, que desde sempre esteve comigo, fizera de tudo para me impedir de ir por este caminho de libertação com medo de me perder. De certo modo, me obsidiou e me fascinou, querendo me atrasar para me prender a ele. Hoje, ele diz que me ama e não pretende sair do meu lado, diz que tem medo de eu nunca mais reencarnar e viver com ele, como sonha. Será que você pode dizer algumas palavras a esta alma que vive ao meu lado? Quanto a mim, estou tranquila, só gostaria de saber como lidar com esta situação, me ajudar a me libertar dessa brecha em que esta alma consegue entrar para me grudar, e ao mesmo tempo, ajudá-lo a curar suas feridas e ser livre como sou e como merecemos todos. Amorosamente sou grata pela sua existência.

Resposta:

Filha amada. Não é o Osho que vem falar contigo hoje não filha. Mas sou eu: Maria Padilha das Almas. E venho justamente para dizer que eu, e qualquer entidade honesta e comprometida com o trabalho de amor ao próximo, não irá "conversar" com o seu amigo. Sabe por que, filha? Porque tiraríamos de você a oportunidade de regeneração, de perdão, e de aprendizado, que escolheu passar nessa vida. Então, filha, substitua o sentimento que a impulsiona a tentar se libertar dele, e o traga para perto de ti, envolva-o com o sentimento de gratidão e perdão, e atente-se ao aprendizado que está intrínseco nessa experiência. E depois filha, vá a um terreiro de umbanda, e deixe lá o seu sentimento de agradecimento por ter direcionado você nessa situação, isso será o fechamento do seu aprendizado. Certo, filha? Fica em paz e no amor.

Maria Padilha

PORQUE MINHA VIDA NÃO TOMA UMA DIREÇÃO?

Pergunta:

Saudações. Sou uma mulher de 42 anos, casada e tenho um filho de 3 anos. Sou designer gráfico há quase 20 anos e, desde que meu filho nasceu, sou Consultora de Imagem Pessoal. Parei de trabalhar durante a gravidez e recomei em uma nova profissão, e estou tendo muitas dificuldades para conseguir clientes. Mas estou otimista quanto a isso. O motivo da minha mensagem é que tenho um sonho recorrente: sonho que estou em um elevador. A maioria das vezes ele está subindo, mas às vezes está parado, estou presa nele, ele desce, ou me leva até na horizontal de um prédio a outro. Os elevadores são dos tipos mais estranhas que existem. Outro tipo de sonho é que estou em algum meio de transporte: carro, ônibus e até navio. Gosto de pensar que vou ter êxito em minha nova profissão, mas não sei se estou entendendo direito estes sinais. Nunca tive sucesso profissional. Tive medo durante anos de tomar a direção da minha vida, e até dirigir não dirijo. Gostaria se possível, de uma resposta. Obrigada!

Resposta:

A direção que não tomou da sua vida é a da sua verdade interior. Enquanto permaneceres envolvida em rotinas da materialidade, se deixando levar pelos fatos como se eles tivessem o poder de controlar a sua vida, deixará de se abrir a novas oportunidades. Perceba que deve haver o equilíbrio entre a aceitação do momento presente e o medo da mudança. E necessita meditar e encontrar dentro de si mesma a rota que a levará ao encontro com o seu propósito. A inércia não a levará a lugar algum, filha. Necessita colocar movimento em sua vida, tomar a direção que o seu coração mostrar com coragem e atitude. Medite nas ondas do mar, permita que essa mentalização a leve ao encontro com o seu coração, pois necessita da leveza dessa energia para encontrar a sua direção.

Sou Maria Padilha das Almas

PORQUE VEJO HORAS IGUAIS


Pergunta:


Ultimamente estou vendo constantemente horas iguais, o Universo quer me dizer alguma coisa com isso? Se sim, o que seria?

Resposta:

São sinais a lhe mostrar que está na hora de você observar seus pensamentos. Reflita no pensamento que trazia em sua mente no momento em que foi avisado. É uma chamada para que comece a trazer os seus pensamentos para serem diluídos no silêncio da mente.

Zé Tronqueira

COMO SUPERAR O SENTIMENTO DE SEPARAÇÃO?

Pergunta:

Mestres, como superar o sentimento de inferioridade, separação e vergonha? Tenho muita dificuldade de me sentir como um ser como todos os outros, é como se eu não merecesse ou pertencesse a nada, me sinto muito vazio. Não consigo ter esse sentimento de identidade e amor próprio como os outros, nem ter objetivos na vida. Também não consigo sentir amor, sempre vem um sentimento ruim sobre mim, me sinto desprezível. Já fiz tanta coisa para tentar liberar isso, mas sempre volta. Pensar nisso e no que fazer da minha vida me deixa em um estado meio que de pânico, desespero e autodestruição. Peço um conselho a vocês, grato.

Resposta:

A falta do sentimento de pertencimento está justamente na intensidade com que alimenta o autojulgamento. Você começa a se perceber como parte de algo, parte da essência divina, quando deixa de se julgar. Pois perceba que tudo que é divino é sagrado, tudo é luz, e tudo é belo e puro. E a energia do divino não sintoniza com o julgamento. Como pode ao mesmo tempo admirar a pureza e a divindade, e enquanto isso julgar a divindade que também faz parte de você. Lembre-se, filho, que você é a semente divina, você é luz, bondade, paz e beleza. E que começará a se sentir parte dessa energia quando deixar de julgar a si mesmo.


Sou El Morya


Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini – Agosto de 2017.
Colaboração: Ilza Barreto.
Fonte: www.pazetransformacao.com.br