segunda-feira, 31 de julho de 2017

PERGUNTE AOS MESTRES - 114


CONGREGAÇÃO DE PAZ E TRANSFORMAÇÃO


PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO


PAZ, LUZ E AMOR.


* Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site:http://www.pazetransformacao.com.br/. O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.

PORQUE, COM 42 ANOS, VIVO COM MEU PAI E NÃO CONSIGO EMPREGO?


Pergunta:

Olá, queridos Mestres e canalizadores. Grato pelo carinho, amor e atenção. Venho até vocês para pedir ajuda e orientação. Há muito tempo estou com a minha vida travada. Sem opção, tenho que morar junto com o meu pai, e passo boa parte do meu tempo cuidando da minha sobrinha. Isso tudo me faz sentir preso, oprimido, constrangido, e muitas vezes me deixa agitado e nervoso. Sou um jovem de 42 anos cheio de sonhos, com vontade de voar. Quero me libertar e espalhar minha luz pelo mundo. Não deslanchei na minha vida profissional e consequentemente nas outras áreas. Também não estou conseguindo visualizar uma perspectiva de um novo emprego naquilo que me formei e no que vinha atuando. Certo dia, eu tive a intuição que tenho a vocação para ser um terapeuta e trabalhar com bem-estar das pessoas, mais precisamente um professor de yoga como profissão, já que sinto que tenho perfil e energia adequados. Gostaria muito de seguir esse caminho. O que faço para me libertar, sair de casa, adquirir minha independência e deslanchar na vida em todos os sentidos. Mostrem-me o caminho. Obrigado.

Resposta:

Filho, a única forma de atrair a abundância na sua vida, de permitir que mostre as maravilhosas oportunidades para você, é aceitar aquilo que já faz parte da sua vida, reconhecendo como a manifestação da abundância no momento presente. Passe a observar as experiências em sua situação de vida atual, e identifique as oportunidades de aprendizados que está deixando passar. Nenhuma experiência nessa vida deve ser considerada como menos importante na sua trajetória de alma. Um bom emprego não é mais importante do que a experiência que se apresenta no momento presente, onde tem a oportunidade de trabalhar antigas restrições que o impedem de abrir mais experiências em sua vida. Se entregue ao momento presente, observe em sua volta e trabalhe a aceitação, você perceberá como gradativamente atrairá novas oportunidades, sem expectativa, mas que virão naturalmente, na medida em que você aceitar a abundância no agora.

Sou Saint Germain

COMO CURAR-ME DA COMPULSÃO ALIMENTAR?

Pergunta:

Olá Mestres, tenho um problema que me aflige desde criança, que é o sobrepeso. Eu já tentei várias vezes e de várias formas fazer dietas e exercícios, mas sem sucesso. Sofro de compulsão alimentar, e infelizmente não sei me controlar diante desta vontade forte de comer. Considero-me viciada em comida, e não sei mais o que fazer. Sinto-me desesperada, pois só vejo piora e, sinceramente, tenho medo de onde isso vai parar. Eu sei que alguma lição eu tenho que tirar disso, que devo aprender algo, mas não faço ideia do que seria, e o tempo vai passando. Gostaria de pedir uma orientação a vocês, se puderem me dizer o que posso fazer para me livrar disso. Sempre grata!

Resposta:

Minha querida irmã. Cada ser humano desse planeta se prende às suas restrições a partir de um ponto da restrição coletiva. E você, filha, escolheu a gula para superar. Poderia ser a avareza, a ganância, a luxuria, e tantos outros. Não se julgue por isso. Apenas compreenda que você é capaz de superar, porque escolheu. E como todos, você também está lutando para transcender as suas próprias restrições. E esse é o caminho. O que poderá ajuda-la, filha, é modificar a forma de pensamento que te prende a isso. Essa forma de pensamento se baseia no medo de não ter o suficiente para se alimentar. É um medo interior, que está lá no fundo, que a leva a reservar para o amanhã. Toda a forma de restrição planetária tem por base o medo. Passaremos dois simples exercícios para que comece a se observar. Sempre que sentir fome lembre-se que seu corpo pode ficar até dois dias sem se alimentar. Ele foi projetado para isso. E você não precisa se preocupar. Coma apenas o suficiente para o agora, que você terá dois dias para a próxima refeição. Não dizemos que aguarde dois dias, mas que mude sua forma de pensamento. Um segundo ponto é compreender que seu corpo lhe fala o que faz bem ou não. Após as refeições pare por 20 minutos em meditação. Para que sinta o que cada alimento causa à sua energia. Se você se sente pesada, angustiada, ou se o alimento lhe trouxe bem-estar. Então passe a optar por esses que te causam bem-estar. Agora, filha, há um ponto mais profundo a ser trabalhado. Focalize em seu chacra sexual. Imagine diariamente a luz violeta trabalhando sobre ele e depois subindo até o plexo solar, na região do estômago. A chama violeta sobe e desce, purificando todos os seus chacras inferiores. Ao final repita, mas agora com a chama dourada, para lhe trazer equilíbrio. Faça esse exercício sempre ao amanhecer e ao anoitecer, e sempre que sentir os pensamentos compulsivos retornando. Você é sua própria cura, basta que modifique as formas de pensamento a que se vincula. Dê tempo ao processo, mas persista, persista e persista, ainda que hora ou outra caia na tentação, persista, e não se julgue pelas quedas. Elas fazem parte do processo de cura. Esteja em paz.

Sou Kumara

PORQUE NÃO ENCONTRO UM COMPANHEIRO PRA MINHA VIDA?

Pergunta:

Bom dia Mestres! Preciso de uma palavra, uma luz, algo que possa me fazer compreender, o porquê eu não encontro um companheiro para a minha vida. Estou solteira há 17 anos. Saí com algumas pessoas, mas quando acho que vai dar certo com alguém, o negócio vira de tal forma que não segue adiante. Quando encontrei uma pessoa que também quis ficar comigo, foi tudo muito intenso, e de repente as coisas viraram do avesso. Nós nos amamos, mas ainda não conseguimos ficar juntos em definitivo. Existe um por quê?

Resposta:

Filha. Ouça algo com parcimônia, esteja ancorada em seu autoamor. Em nossas vidas, temos um freio e um acelerador à nossa frente. Nós escolhemos em qual queremos pisar. E como fazemos isso? Com nossa ansiedade. O medo e o querer são freios. O fluir, o soltar e o confiar, são os aceleradores. Quando entramos em algo com grande expectativa, criamos resistência. E a resistência é o freio. Por isso os projetos não andam. E então o ciclo se reinicia. O ciclo de aprendizado. E qual é o ciclo? Aprender a sua própria solidão, aprender a estar bem com você mesma e então entrar em um relacionamento, mas não um que te complete, e sim, que te complemente, que agregue, mas que não sirva a te sustentar. Mas para isso são importantes duas coisas: A ausência de expectativa com o resultado, e a entrega aos resultados. É apenas tirar a mente, filha. Tirar a mente. Esteja em paz.

Sou Mestra Nada

PORQUE RETOMEI UM RELACIONAMENTO ONDE NÃO SINTO AMOR?

Pergunta:

Bom dia. Primeiramente, quero agradecer por todas as respostas amorosas que tenho recebido de vocês. A cada resposta que eu recebo, fico muito feliz, pois fazem com que eu me sinta amada como eu sou, e isso contribui muito para que eu fique em paz comigo e com a minha maneira de ser. Hoje peço que me ajudem a enxergar o que eu não quero ver, pois estou num relacionamento com um homem que não me ama, mas continuo com ele mesmo assim. Já tínhamos nos relacionado antes, mas foram tantas as fofocas que me fizeram, a respeito dele, que acabei desistindo do relacionamento, mais para parecer digna aos olhos dos outros do que por mim mesma. Por isso continuei ligada a ele emocionalmente, e desejando muito ter a oportunidade de estarmos juntos novamente, mesmo que fosse apenas para terminar um relacionamento que eu sentia inacabado dentro de mim. Agora estou com ele de novo, mas mesmo percebendo que não há amor ali, talvez nem de minha parte, ainda não quero terminar esse relacionamento. Gratidão!

Resposta:

Filha, pergunte a si mesma porque retomou um relacionamento, o qual não gostaria de levar adiante? Será mesmo que não gostaria de levar adiante? O que você espera do amor? Espera que seja um sentimento que a leva ao desequilíbrio e descontrole de si mesma? Algo avassalador? O que entende por amor? Procure entender o significado do amor para si. Entenda o que espera de alguém, e o porquê espera algo. Não seria a expectativa de algo que deve buscar dentro de si mesma? Procure encontrar dentro de si essa explosão de vontade de viver a vida que projeta no outro e chama de amor. Esse sentimento mora apenas dentro de você.

Sou Mestra Nada

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini – Julho de 2017.
Colaboração: Ilza Barreto.
Fonte: www.pazetransformacao.com.br