quarta-feira, 19 de julho de 2017

11. Mas como trazer essa fé, quando inseridos em meio ao caos? Onde encontrá-la, resgatá-la?


A fé está em olhar cada doce caminho que se apresenta.

A fé está em observar a doçura mesmo naqueles padrões que se repetem e eram vistos como caos. Mas que diante da sabedoria alcançada com as suas experiências, agora pode ser apreciado com gratidão, percebendo a beleza onde não era encontrada.


Toda e qualquer forma de manifestação de vida, é bela. Toda manifestação do divino, na expressão humana, é bela simplesmente por existir. O que é visto como caos passará a ser observado e sentido como uma graça divina. Pois afinal você está ali, a observar com exclusividade essa maravilhosa manifestação da vida. Dentro das suas imperfeições sim, mas é belo o observar do aprendizado e da transformação do ser.

Você traz aquele caos para dentro do seu coração, o acolhe com amor, o acalenta com o seu carinho, o recolhe dentro de si, em vez de expulsá-lo e lutar contra ele. Você passa a apreciar toda e qualquer manifestação de vida.

Sei que pode parecer um absurdo o que trarei aqui, mas a verdade é transformadora principalmente quando traz o choque diante daquilo que sempre foi julgado como certo ou errado, como moral ou imoral.

Mas a verdade é que toda a realidade observada em vocês e diante de vocês, foi criada por vocês mesmos. Tudo o que existe nesse planeta, é criado pelas suas próprias formas-pensamento.

Há um grande acumulo de formas-pensamento que forma a grande malha energética planetária, e que serve como um grande banco de informações armazenadas que acaba por interferir na vida de cada um de vocês. Vocês são atingidos o tempo todo pela influência das formas pensamento que vocês mesmos criaram.

Então o caos é uma criação da nossa mente? Vocês me perguntam.

Eu digo, sim. Absolutamente. O caos existe porque foi criado por você, então como você pode querer repeli-lo? Ele é necessário para que ocorra a transformação. Ele é trazido de forma a materializar-se, deixando apenas de ocupar o nível de pensamento, porque com isso trará as oportunidades de experiência.

O que vocês veem hoje como chocante, como caos, como inaceitável, são processos intensos de trabalho e transmutação de restrições, de padrões, curas maravilhosas ocorrem nesses chamados caos.

Então, a beleza nesses processos está simplesmente pelo fato de que é uma manifestação da vida. Não é bela a transformação da lagarta em borboleta? Mas ela necessita passar pelo período intenso de transformação, para que então voe como uma linda borboleta. As grandes transformações ocorrem quando somos levamos ao limite da nossa verdade interior. E os processos de cura ocorrem em nossas experiencias diárias, em meio ao caos, em meio à discórdia, em meio às guerras. Todos os processos que hoje são vistos como chocantes e de extrema crueldade, são apenas manifestações da vida e que trazem possibilidades de transformações intensas e curas milagrosas para muitos seres.

Diante do olhar restrito da matéria, vocês veem o corpo físico em agonia, veem o sofrimento se apresentar diante de vocês. Veem situações se mostrarem como verdadeiros caos e becos sem saída, mas que não mostram o que está por trás dessas experiencias milagrosas e belas, que libertam tantas restrições que tantos de vocês carregam há milênios e repetidas experiencias encarnacionais.

Vocês veem uma pessoa passar por um acidente grave, ou mesmo por uma doença que lhe limita as experiencias da vida, mas que na verdade o leva justamente para viver a experiencia que é necessária para a sua verdadeira cura.

Vocês, todos estão aqui para curarem as dores da alma. O corpo é o veículo que promove essa mudança, ele apenas serve para que vocês, luz interior essência divina manifestada, possam viver e se movimentarem pelos lugares do planeta, pelas experiencias. Para que possam se comunicar, viver o que necessita ser vivido para que sejam iluminados os registros de dos e sofrimento que carregam e que criam as restrições em suas vidas.

O corpo belo e sadio, é aquele que está livre de emoções dolorosas e conflitantes com a sua própria felicidade. O corpo irá mostrar, através do processo de catarse, que a limpeza é necessária. Surgirão sintomas, processos internos, que serão levados ao externo apresentado como doenças, dores, e que servirão para que sejam expostas algumas cicatrizes que carregam há muito tempo.

O caos é o processo de cura. O caos, bem como tudo o que é manifestação de vida, está ativo para que os processos de limpeza ocorram, e o milagre da vida aconteça.

O desafio está em silenciar, encontrar a sua verdade interior, e aprender a dominar essas energias. Aprender a movimentar as formas-pensamento e transformá-las em outras formas-pensamento, para que as curas ocorram. Esse é o processo de auto-observação e o aprendizado para que ocorra a sua reprogramação mental e consciencial.

Michele Martini
Fonte: www.pazetransformacao.com.br