domingo, 12 de março de 2017

PERGUNTE AOS MESTRES - 22




CONGREGAÇÃO DE PAZ E TRANSFORMAÇÃO

PURIFICAÇÃO E TRANSMUTAÇÃO

PAZ, LUZ E AMOR.


* Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site:http://www.pazetransformacao.com.br/ e preencha o formulário ao lado direito da página inicial. O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.

AFASTAR-SE DA SOCIEDADE

Pergunta:

Salve queridos Mestres! Ultimamente tenho passado por momentos complicados em minha vida, na realidade isso já vem desde o ano de 2016, agora parece estar mais ameno. Eu não diria problemas, mas sim resistências em quase todas as áreas da minha vida, principalmente nos relacionamentos. Eu, desde que comecei a me espiritualizar, fiz isso com tanta intensidade que acabei esquecendo de que estou no mundo e que estou em sociedade. Acabei me afastando de muitas pessoas queridas e limitando meu contato com a sociedade, com amigos, com o mundo. E da metade de 2016 para cá, principalmente agora neste ano de 2017, meu lado espiritual está, por assim dizer, se acalmando, e com isso estou buscando um maior contato com as pessoas, com a sociedade, mas está sendo muito difícil. Sinto-me sozinho, isolado, e por mais que eu tente me socializar, muitas vezes eu não tenho como, pois moro longe de tudo e ainda sou dependente para viajar, sair de casa e etc. Creio que esse seja um dos problemas das pessoas no caminho espiritual: a solidão, o isolamento. Sempre que tento me socializar, aparecem resistências que me impedem de fazer isso. Quando tento reunir-me com meus amigos ou coisa parecida, sempre algo dá errado e me sinto triste por isso. Queria saber por que isso está acontecendo e como resolver isso. Também ando muito confuso a respeito de minha existência, de meu propósito, mas creio que aos poucos eu vá me alinhando. 
Gratidão pela oportunidade! É uma honra poder ter esse contato com vocês.

Resposta:

Amado filho, sempre que se questionares o porquê não consegue seguir mais com as atividades e conviver com as pessoas que convivia antes, está trazendo dúvida no seu próprio caminho e se fechando a abertura do seu propósito, que está aí pronto para ser revelado a ti. Estás a um passo dessa desconexão com o passado e a abertura para o futuro. O que basta filho é aceitares que hoje escolheste seguir por um novo caminho, um caminho de descoberta interior, e que trará muita alegria e realização. Mas para isso, necessita que deixes para trás o que se foi. Pois juntamente com o seu antigo eu, se vão às antigas relações, as antigas práticas e atividades também. Agora, abrindo-se ao novo virão novas amizades, novas oportunidades e atividades, mas que tu não estás permitindo que se abra a ti, pois ainda tentas viver o antigo. Permita que o antigo se vá. A sua companhia basta para si nesse momento, e assim deixará com que se abram as novas relações e o seu verdadeiro propósito. Fique em paz meu filho.

Pai Joaquim de Aruanda.

A VIDA NÃO ANDA

Pergunta:

Gratidão por conhecê-los Mestres! Ajuda ao meu coração. Dava-me bem com meus pais, mas minha mãe ficou doente em 2010 e desde então sempre cuidei dela e do meu pai, mesmo tendo irmão, sempre é eu pra tudo, e nunca me dei bem com meu irmão também. Tento esquecer, perdoá-los, mas às vezes me bate uma revolta.
Sinto que não sou amada por ninguém e não adianta dizer que pais não fazem diferença entre filhos, porque fazem sim.
Desde pequena quero ir embora dessa casa, não me sinto bem aqui. Mas é difícil, há tempos procuro emprego e não consigo,
tento estágio e nada, faço entrevista e não me chamam, às vezes sinto vontade de largar tudo e sair por aí sozinha.
Sozinha mesmo, porque não tenho família, amigos, namorado. Tenho 25 anos e nunca namorei, parece que sou invisível para os guris. Não que eu queria qualquer pessoa ao meu lado, mas já está na hora de me notarem. Fico o dia inteiro trancada dentro de casa, não tenho aonde ir, ninguém pra conversar e acabo descontando na comida. Tenho a saúde frágil desde pequena, parece que tudo acontece comigo e me sinto muito pior nessa casa.
Sou muito sensível, faço tudo pra melhorar, vou a lugares que acalmam minha mente e alma, mas quando volto pra casa me sinto mal. Sinto que não sou daqui, não pertenço a essa casa, a essa família, meu coração aperta, dá vontade de sair correndo. Parece que tem algo me segurando na frequência negativa, preciso me libertar.
Peço que vocês me escutem e que possam me dar uma resposta que acalme meu coração. Gratidão por me ouvirem.

Resposta:

Minha amada filha, você precisa estar consciente de que na vida não se deve ter tanta amargura, tanto julgamento. O que precisa começar a observar é a divindade de todos e a benevolência das experiências. O olhar de julgamento é o que te causa tanta restrição, pois a partir dele você se fecha ao mundo com o medo de também ser julgada. Quando passar a observar as experiências com maior suavidade, com entrega, você verá que a partir de um olhar compassivo elas se suavizam se amenizam, e se tornam mais sutis em nossa vida. A partir dessa visão as experiências simplesmente passam a fluir e a benevolência vem ao nosso encontro a partir de nosso coração que se suaviza. Mas enquanto tivermos um olhar tão duro com a vida, com aqueles que simplesmente tentam fazer o melhor, assim como nós, entramos nesse embate interior de falta de aceitação. A vida é para ser vivida e, por tal motivo, que a caridade da alma é tão importante. Não a caridade de dar alimento, mas aquela que parte do coração, dos gestos, das palavras, do olhar daqueles que veem na manifestação contrária a busca pelo amor. Quão fácil seria se a partir dessa visão nos entregássemos às experiências com aceitação, com compreensão, soltando a vida a fluir. Mas não, preferimos partir ao caminho do sofrimento que o julgamento nos conduz, o caminho da falta de benevolência do olhar, da ausência de compreensão do incompreensível. Veja minha filha, as experiências estão aí a te conduzir. Faça delas a sua vida que então verá a transformação vir a ti. Fique em Paz.

Sou Serapis Bey.

COMO AJUDAR MEU ESPOSO

Pergunta:

Caros Irmãos; vejo meu esposo em um estado de estresse contínuo, e uma retenção de sentimentos que procuro há anos ajudá-lo, dentro de minhas possibilidades. Ontem expôs um estado de “ira” com relação à minha pessoa, por não concordar como eu direciono a educação dos nossos filhos, dois adolescentes de 14 e 16 anos. Temos interpretações diferentes para a criação dos filhos, ele é muito mais rigoroso, enquanto eu acredito que precisamos esperar o tempo certo de amadurecimento dos filhos, para cobrá-los ainda mais. Ainda, ele encontra-se verdadeiramente pessimista com relação à vida na terra, desesperançoso com relação aos homens, coisa que efetivamente recuso-me a acreditar. Sei que teremos momentos difíceis à frente, mas desesperar-se não é a solução. Penso que nosso trabalho é fazer o melhor dentro do que nos é dado. Gostaria se possível, de uma orientação de ação, com relação ao meu casamento, meu marido e meus filhos. Imensamente grata.

Resposta:

Filha, no seu projeto de evolução, ao qual se propôs ao encarnar nesta vida, escolheu alguns importantes personagens a fazer parte dessa construção do seu novo Eu, o qual se tornará transcendendo essa experiência. É como observar peças em um jogo. Na sua constelação familiar há quatro personagens, e um deles que é você, estabeleceu uma meta. Essa meta é desenvolver a mestria interna e o amor incondicional. O chamado do seu coração leva você a pensar diferente de seu marido, mas não somente dele, e sim de milhares de pessoas no planeta, que como ele, estão inseridos nessa malha energética de sofrimento e dor. Grande parte da humanidade filha, infelizmente não consegue perceber como a vida é bela, e como depende de cada um transformar o sofrimento em algo doce e leve. Você percebe isso filha, pois a sua natureza é essa. Não pode negar o que parte do seu coração. E o amor, a esperança e a fé partem sempre de um sentimento puro conectado ao Divino. Portanto, não duvide nunca dos seus sentimentos puros, e mantenha-se firme no seu propósito que é levar o seu exemplo, o seu olhar diante da vida, para os seus filhos e para as pessoas com quem convive. Mas para que não traga sofrimento e embates desnecessários à sua vida, permita que cada um siga o caminho o qual ressoar de acordo com a energia individual. Infelizmente filha, como exposto acima, não é possível que mostres uma realidade para quem está vivendo olhando para outro lado. Cada um abrirá o olhar à verdade no tempo certo, após viver as experiências necessárias para a evolução e essenciais para a libertação. O tempo de cada um é diferente, e basta aceitares isso para viveres em paz com filhos, marido, e com todas as pessoas em tua volta filha. Fique em paz.

Mestre Kuthumi.

RELACIONAMENTOS

Pergunta:

Queridos Mestres, gostaria de entender o porquê dos meus relacionamentos não se desenvolverem de maneira plena. Sinto-me presa às pessoas e situações que não correspondem aos meus sentimentos. Sinto que tenho uma ligação com um parceiro do passado, porém hoje ele tem muita raiva de mim. Ele sente isso, ou só está sendo guiado pela raiva e decepção? Por diversas vezes sou visitada em sonhos por ele e não entendo o que ele realmente quer de mim. Como faço para me libertar desta situação? Obrigada.

Resposta:

Amada filha, estás trazendo para o seu tempo presente algo que já passou que já foi superado e somente precisa ser transmutado. Você amada, repetidamente traz ao presente, sentimentos relacionados a vivencias passadas, que fizeram parte da sua história sim, mas que já não fazem mais. E então precisa liberá-los e transmutá-los para se abrir ao presente. Todos os relacionamentos serão repetições das mesmas situações, pois quando você está vivenciando o novo, sempre está presa a situações passadas. Precisa simplesmente liberar, libere as lembranças, as crenças, as emoções, as mágoas. Deixe nascer no seu coração o sentimento de gratidão que virá do perdão das experiências que se foram. O perdão dos erros, o perdão das decisões enganadas ou do tempo dispensado com algo que não faz mais parte do seu presente. O que se foi minha querida, não está perdido, mas sim contribuiu para torná-la o que és hoje, portanto irradie o sentimento de gratidão envolvido na luz violeta, e então traga o equilíbrio do seu presente, despejando a cascata de luz dourada que é o ancoramento necessário para que você se abra a novas experiências, totalmente liberta do passado. Fique em paz minha filha.

Kuan Yin.

SONHOS

Pergunta:

Tenho muitos “sonhos” estranhos que não consigo entender. Nesses sonhos a energia do ambiente remete a algo velho, antigo, muitas vezes tenebroso, ambiente sempre escuro, é sempre noite, quase sempre tem muitas cobras, sucuris gigantes, às vezes eu luto com elas, às vezes não. Na maioria das vezes estou sempre fugindo de algo que não tem forma, e eu fico sem voz para pedir ajuda. Ao acordar sinto muitos calafrios, e às vezes medo, e quando morro no “sonho” acordo com a dor que estava sentindo. Também acontece de eu ter polução noturna nesses sonhos, o que me deixa bastante pra baixo. Costumava ter esses sonhos com bastante frequência há algum tempo atrás. Comecei alguns trabalhos de transmutação, quebra de contratos, cura etc. Porém continuam acontecendo com menor frequência, coisa que eu não entendo, pois mesmo estando com a energia legal, trabalhando a energia durante o dia, fazendo os decretos antes de dormir, isso continua acontecendo. Gratidão Thiago, Michele, e os Mestres pela oportunidade. Grato.

Resposta:

Amado filho, tu tens buscado tantas formas de resolver o problema de maneira externa, mas não percebe que está sempre colocando todos os seus esforços em pensamentos do passado. Em situações que se foram na tentativa de curá-las. A busca verdadeira filho, deve ser pela vida melhor que pode ter a partir de agora. A superação dos obstáculos se dará a partir da manifestação do novo no presente, e não do olhar para o passado na tentativa de cura e limpeza. A sua solução é simples filho. Quando fizeres decretos, meditações, terapias, veja sempre o seu futuro, veja e manifeste no presente a vida que quer. Tenha fé filho. Ter fé é justamente parar de olhar para o passado tentando mudá-lo. Deixe o que passou para trás. As visões do velho e tenebroso que tens, traz justamente isso, essa reflexão que não teve ainda, de que estás mexendo com sentimentos e situações antigas que, quanto mais forem remexidas, mais trarão ao seu presente a manifestação dessa mesma realidade, não permitindo que sigas em frente. A polução noturna se dá pela falta de exposição dos seus sonhos, se dá pelo fato de estares tentando segurar dentro de ti, aquilo que queres ver manifestado em tua vida. Então filho, apenas esqueça tudo o que se foi. Os tratamentos, os sonhos, as terapias. E comece a partir de hoje uma nova vida. Aquela que você quer ver manifestada e que tanto quer que se realize. Só depende de ti filho.

Mestre Saint Germain.

TÉRMINO SEM EXPLICAÇÃO

Pergunta:

Olá. Desde já agradeço pela atenção. Tem um pouco mais de um ano, que meu ex-noivo terminou comigo de surpresa. Desde esse dia sofri muito, e busquei ajuda das entidades para aprender minha lição e seguir em frente. Mas até hoje sinto uma grande ligação com ele, que eu considerava e considero o amor da minha vida. Tenho um sentimento sem explicação, que não passa, por mais que eu tenha tentado. Recentemente me consultei com algumas pessoas e nenhuma delas me afirmou que tudo acabou. Todos dizem que ele ainda me ama e sofre muito. Algumas me dizem que ainda há volta. E no meio disso tudo continuo empacada, sofrendo ainda a perda desse amor e sem entender como duas pessoas que se amam podem ficar sofrendo separadas, quando vieram nessa vida para caminharem juntas. Obrigada.

Resposta:

Minha querida filha, seria tão simples se compreendesse algo. Você sente falta de seu noivo porque ele te traz algo que está dentro de você. Ele te remete a algo que você tem dentro de ti. Mas o que ocorre é que através da sua mente montou um plano de idealização, que te faz achar que ele é o complemento que necessita. Mas se compreendesse que esse plano é o que traz em seu coração, então se abriria à vida, as inúmeras oportunidades que passam diante de ti em seus dias. Vamos ver se te explicamos algo. Todos os sentimentos que possui, não estão em qualquer objeto externo, mas eles estão dentro de ti. E quando busca por esse relacionamento, você na verdade não busca por uma pessoa, mas sim por um sentimento que esse relacionamento desperta, dentro de ti. Mas se está em seu interior, você pode resgatá-lo sem necessitar de buscar algo externo. Ele já é seu, esse sentimento. Então o que vive é uma ilusão, de que um relacionamento de completará, quando na verdade quem precisa se completar é você mesma. Mas quando compreender isso, você verá o quão libertador será esse entendimento, pois estará livre a conhecer outras pessoas, a viver feliz, pois descobrirá que você é a pessoa suficiente para si mesma. Não há nada externo e tudo está em seu interior. Você pode resistir a essa compreensão filha, mas será ela que te conduzirá a uma vida muito mais equilibrada, saudável e de auto amor. Nesse dia já não importará se ele te ama ou não, se está junto dele ou não, pois tomará contato com o que busca nesse relacionamento, algo que já é seu. Fique em paz minha irmã.

Sou Serapis Bey.

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini – Janeiro/2017

Colaboração: Ilza Barreto.

Fonte: http://coracaoavatar.blog.br/ e http://verdadetransmutadora.blogspot.com.br/