sábado, 14 de janeiro de 2017

O trabalho pergunte aos Mestres – Serapis Bey


Meus irmãos, 

Das dúvidas que temos em nossa vida, daquelas que estão sendo submetidas aos membros da grande fraternidade de Mestres, temos algo que podemos extrair.

Aqueles que leem as respostas que estamos trazendo poderão observar o quanto muitas das dúvidas de outros, são comuns em sua própria vida ou daqueles que convivem. 

Essas respostas podem ser espalhadas por vocês mesmos as outras pessoas, como sabedoria da vida. Porque à medida que as perguntas são trazidas vocês passam a compreender como vivem dilemas tão semelhantes em seus dias. E essas respostas podem ser espalhadas como se jogadas ao vento por meio de simples palavras. 

Nós não trazemos respostas apenas para que possamos lhes trazer nosso ponto de vista da situação, mas também para que possam passar a refletir sobre quanta dor existe em seu mundo, quantas questões mal compreendidas em razão de velhas crenças que trazem em seu coração. 

Mas ao se deparar com os questionamentos de seus irmãos e com as respostas não pensamos em ser aqueles que te dirão o que fazer, pois a decisão sempre será de cada um de vocês, que são soberanos em conduzir sua própria vida. O que queremos fazer é somente trazer um ponto de vista diverso e lhes mostrar que há outros caminhos, outros trajetos a serem percorridos e claro que não são os únicos. 

Mas meus irmãos, vocês aprendem algo mais importante que as respostas: a própria pergunta. A pergunta correta para sua vida. Ao se questionarem vocês movimentam suas energias em direção à mudança, pois são capazes de visualizar uma nova perspectiva. 

O que trazemos não são respostas, mas perspectivas de renovação para que tragam o amor até suas vidas e a partir dele tragam o novo, ancorem o diferente com fé e confiança na vida, mas acima de tudo sabendo que a sua dor é a de seu irmão, assim como a dele é a sua própria. E que a partir dessa perspectiva vocês possam se olhar de forma complacente às mais diversas reações, pois sabem que em muitas delas há a manifestação de uma profunda dor da alma. 

As perguntas serão reabertas, mas olhem para elas sob essa perspectiva, a de buscarem a pergunta correta à sua vida, mas não aguardando a resposta perfeita, mas sim que da resposta que os foi trazida possam se abrir a esse amor ao qual nosso único propósito é lhes entregar. 

Estejam em paz.

Sou Serapis Bey 

Canal: Thiago Strapasson – 14.Jan.2017 

Colaboração: Ilza Barreto. 

Fonte: http://www.coracaoavatar.blog.br/